Histórias

Como conheci meu Artista Fav

24 horas são poucas horas para conseguir escutar todo o meu arsenal de musicas. Afinal não tenho um ARTISTA FAV eu tenho 3

Oi oi docinhos de coco. Mas um mês que se inicia e com ele varias expectativas, ou não né? HAHA enfim. Eu acho que já falei sobre o meu amor por musica aqui e apesar de não ser muito boa nessa área não quer dizer que eu não cante ou dance. A questão é que nesse mundo, todo cheio de diversidades, o que mais tem são gêneros de musicas diferentes para se escutar. Eu faço o tipo que escuto de tudo, tudo mesmo. Segundo o Spotify eu escutei mais de 245 tipos diferentes de gêneros em 2017. SIM. haja tempo né?

Vocês devem pensar agora que eu não faço nada, mas estão enganados. Eu consegui esse feito porque enquanto eu trabalho vou escutando musica. E o que eu estou escutando vai depender de como está o meu dia.

Mais a publicação de hoje não é para falar sobre meu estranho gosto para musica e como isso afeta meu humor, e sim para contar como conheci minhas Bandas/Grupos FAVs.

Tudo começou em 2016…

Lá estava eu em um sábado a tarde. Lembro como se fosse ontem, estava um dia frio e o que fazer nessa situação? Assistir filme. Porém justo nesse perfeito dia para maratonar qualquer coisa, o meu lindo netflix resolveu que não iria funcionar, deixando assim milhares de pessoas sem saber o que fazer da vida. E eu era uma dessas pessoas. HAHAHAHA Resolvi então procurar no youtube algo para assistir, e encontrei um programa chamado CARPOOL KARAOKE – James Corden.

Para quem não conhece, James Corden é um apresentador de um programa americano chamado The late late show. Entre os quadros do programa tem esse Carpool Karaoke que nada mais é do que o James dirigindo pelas cidades de LA com algum convidado famoso enquanto eles cantam os sucessos desse artista ou musicas preferidas dessa artista. Bom, o primeiro que assisti foi um com a nossa querida Demi Lovato junto com o nosso lindo Nick Jonas. Eles cantam, falam sobre relacionamento passados, sobre as musicas que estão lançando etc. Eu gostei tanto do programa que resolvi deixar rolar la, dai começa meu drama.

Meu drama Britânico/Irlandês

O programa seguinte são 4 jovens, Bonitos, Talentosos e cheios de amor para dar. sim One Direction, eu gostei tanto do programa e das musicas que resolvi ir atras, no dia seguinte eu tinha os cinco albuns da banda salvo no meu celular e procurava desesperadamente para saber mais sobre esses carinhas que moram loga ali hahaha.

 

Como assim, virei fã em 2016?

Sim logo no ano que os benditos decidem entrar em hiatos. Como assim? sim eu sou uma das fãs que resolveu ser directioner quando os meninos entraram em hiatos. Triste? Sim, mas vida que segue.

Eu sei gente, eu perdi a melhor fase da one direction fazer o que, mas como eu sempre digo “ANTES TARDE DO QUE MAIS TARDE” hahaha

 

Nesses quase dois anos de directioner, pasmem. Eu já passei por muito coisa sempre, eu nem peguei fase alguma deles e é um sofrimento. Uma lamentação do tipo: Porque não virei directioner antes? Aonde eu estava nessa epoca? O que eu fazia?. mas como nada é perfeito cá estou eu sofrendo por uma One Direction que talvez eu nunca vá ver junta de novo OREMOS.

A partir daqui não perdi nada.

Depois de me tornar directioner, eu não perco nada sobre qualquer um dos meninos. E já até fui no show do Niall Horan, meu bolinho que não é loiro mais é Irlandês. E vou novamente no show dele esse e do Harry lindo Styles.

Mas o sofrimento não acaba ai

É porque quando se é DIRECTIONER você tem uma forma diferente de ver as coisas. Pelo menos é o que e acho, se não bastasse sofrer por One direction, eu tambem sofro por:

5 SECONDS OF SUMMER

&

BTS – BANGTAN BOYS

Minha vida não é fácil hahaha. Mas não me julguem no momento estou amando essa fase solo da OneD, até porque eu ainda tenho outros artistas favs pra acompanhar. Não dá pra ficar se lamentado.

Bom gente, esse foi meu conto de como conheci meu artista fav. Vou deixar para uma próxima vez contar sobre os outros dois artistas ta bom?

 

Até a próxima.

beijos T/

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta